quinta-feira, 19 de Maio de 2011

ESTUDO BÍBLICO Nº 9 – O JUÍZO FINAL E SUA RECOMPENSA


 Quer queiramos ou não; quer aceitemos ou não,  e quer estejamos preparados ou não, todos compareceremos diante do tribunal de Deus. Todas as confissões religiosas cristãs, e mesmo várias não cristãs, mesmo interpretando o tema de formas diferentes,  concordam que haverá o juízo. Em Eclesiastes 3:17 menciona que tanto os justos como os injustos serão julgados:  “Eu disse no meu coração: Deus julgará o justo e o ímpio; porque há um tempo para todo o propósito e para toda a obra.” Em Romanos 14:10 menciona esta mesma realidade:   “Mas tu, por que julgas teu irmão? Ou tu, também, por que desprezas teu irmão? Pois todos havemos de comparecer ante o tribunal de Cristo.”
Lembramos portanto que os bons serão julgados em um momento e os maus em outro momento. Neste estudo veremos os dois momentos.

1) Deus irá basear-se em que para realizar o julgamento?

“Porque Deus há de trazer a juízo toda a obra, e até tudo o que está encoberto, quer seja bom, quer seja mau.” Eclesiastes 12:14. As obras são o resultado dos pensamentos gerados por nós. Portanto, como Deus conhece os pensamentos, seremos também julgados por eles.

2) Quantas pessoas comparecerão perante o tribunal de Deus?



“Porque todos devemos comparecer ante o tribunal de Cristo, para que cada um receba segundo o que tiver feito por meio do corpo, ou bem, ou mal.” II Cor. 5:10

3) No juízo quem é o juiz e o advogado?

“E também o Pai a ninguém julga, mas deu ao Filho todo o juízo.” João 5:22

“Meus filhinhos, estas coisas vos escrevo, para que não pequeis; e, se alguém pecar, temos um Advogado para com o Pai, Jesus Cristo, o justo.” I João 2:1

4) Quem são as testemunhas?

“Vede, não desprezeis algum destes pequeninos, porque eu vos digo que os Seus anjos nos céus sempre vêem a face de meu Pai que está nos céus.” Os anjos são seres santos que participam  nas atividades da Divindade. Eles estarão presentes no momento da volta de Jesus; como vimos no estudo anterior, e são  escolhidos por Deus para serem testemunhas no juízo.

5) Que livros Deus mantém sob Seus cuidados?

DA VIDA – Neste livro são escritos os nomes das pessoas que aceitam Jesus e são batizadas, e os nomes dos salvos.

“O que vencer será vestido de vestes brancas, e de maneira nenhuma riscarei o seu nome do livro da vida; e confessarei o seu nome diante de meu Pai e diante dos seus anjos.” Apoc. 3:5.

“E peço-te também a ti, meu verdadeiro companheiro, que ajudes essas mulheres que trabalharam comigo no evangelho, e com Clemente, e com os outros cooperadores, cujos nomes estão no livro da vida.” Fil. 4:3

“E vi os mortos, grandes e pequenos, que estavam diante de Deus, e abriram-se os livros; e abriu-se outro livro, que é o da vida. E os mortos foram julgados pelas coisas que estavam escritas nos livros, segundo as suas obras.” Apoc. 20:12

LIVRO MEMORIAL –  Neste livro são escritos os pensamentos e atos de bondade que fazemos aos outros.     

“Então aqueles que temeram ao Senhor falaram frequentemente um ao outro; e o Senhor atentou e ouviu; e um memorial foi escrito diante dele, para os que temeram o Senhor, e para os que se lembraram do seu nome.” Mal. 3:16.

LIVRO DOS PECADOS – A coisa mais linda e solene que considero, é que os nossos pecados quando são confessados a Deus;  eles são perdoados, e consequentemente  são apagados dos registros deste livro. Se Deus quando perdoa Ele esquece; logo, os pecados são apagados.
“Eis que está escrito diante de mim: não me calarei; mas eu pagarei, sim, pagarei no seu seio. As vossas iniquidades, e juntamente as iniquidades de vossos pais, diz o Senhor, que queimaram incenso nos montes, e me afrontaram nos outeiros; assim lhes tornarei a medir as suas obras antigas no seu seio.” Isaías 65: 6 e 7

“Mas eu vos digo que de toda a palavra ociosa que os homens disserem hão de dar conta no dia do juízo. Porque por tuas palavras serás justificado, e por tuas palavras serás condenado.” Mat. 12:36 e 37.

6) Quando serão julgados os justos? Serão julgados antes da volta de Jesus. Se fossem julgados depois, o sistema Divino seria falho. A palavra menciona: “Eis que cedo venho, e o meu galardão está comigo, para dar a cada um segundo a sua obra.” Apoc. 22:12.

“E vi os mortos, grandes e pequenos, que estavam diante de Deus, e abriram-se os livros; e abriu-se outro livro, que é o da vida. E os mortos foram julgados pelas coisas que estavam escritas nos livros, segundo as suas obras.” Apoc. 20:12.

É lógico que o juízo comece com os mortos que serão salvos, pois depois da morte não há mais chance de salvação conforme Hebreus 9:27: “E, como aos homens está ordenado morrerem uma vez, vindo depois disso o juízo.” Mesmo porque quando Jesus retornar, Ele deverá saber quem irá para o céu.

“Porque já é tempo que comece o julgamento pela casa de Deus; e, se primeiro começa por nós, qual será o fim daqueles que são desobedientes ao evangelho de Deus?” I Pedro 4:17

Para uma compreensão profética do juízo, exige uma análise global especialmente dos livros de Daniel, Hebreus e Apocalipse. Em Daniel 8:14 menciona: “E até 2300 tardes e manhãs, e o santuário será purificado.” Deve-se levar em conta o estudo do santuário terrestre, o que significava o dia da purificação(Yon Kipur) que era um dia de juízo,  e transportar para o santuário celestial, como descrito em Hebreus e Apocalipse. Ver Heb. 8:1 e 2 e Apoc. 11:19. Assim compreenderemos melhor o Juízo.

Em Daniel 9 e Esdras 7; comparados com a história, mostram a data do início dos tais 2300 anos. De 457 a.C  até 1844 d.C, completa o referido período. Eu acredito, e esta também é a posição da Igreja Adventista do 7º Dia, que em 1844, o nosso Senhor, que é o Sacerdote e Sumo-Sacerdote celestial, começou o juízo de investigação; a começar com os que já morreram, e depois, dentro do tempo de Deus; com os vivos. 

7) Quando serão julgados os perdidos? Serão julgados depois da volta de Jesus. Será durante os 1000 anos. Os salvos que estarão no céu, durante esse período, participarão do julgamento dos perdidos e dos demónios.
“E vi tronos; e assentaram-se sobre eles, e foi-lhes dado o poder de julgar; e vi as almas daqueles que foram degolados pelo testemunho de Jesus, e pela palavra de Deus, e que não adoraram a besta, nem a sua imagem, e não receberam o sinal em suas testas nem em suas mãos; e viveram, e reinaram com Cristo durante mil anos. Mas os outros mortos não reviveram, até que os mil anos se acabaram. Esta é a primeira ressurreição. Bem-aventurado e santo aquele que tem parte na primeira ressurreição; sobre estes não tem poder a segunda morte; mas serão sacerdotes de Deus e de Cristo, e reinarão com ele mil anos.” Apoc 20:4-6
“Não sabeis vós que os santos hão de julgar o mundo? Ora, se o mundo deve ser julgado por vós, sois porventura indignos de julgar as coisas mínimas? Não sabeis vós que havemos de julgar os anjos? Quanto mais as coisas pertencentes a esta vida?” I Cor. 6: 2,3
A recompensa dos salvos será dada por ocasião da volta de Jesus, e a dos ímpios ao terminar os 1000 anos com o fogo do inferno. Ver Apoc 20: 1-14

8) Qual será a norma do Juízo?
A LEI DE DEUS – “Porque qualquer que guardar toda a lei, e tropeçar em um só ponto, tornou-se culpado de todos. Porque aquele que disse: Não cometerás adultério, também disse: Não matarás. Se tu pois não cometeres adultério, mas matares, estás feito transgressor da lei. Assim falai, e assim procedei, como devendo ser julgados pela lei da liberdade.” Tiago 2: 10-12

Que Deus nos abençoe.

Luís Carlos Fonseca




Sem comentários:

Enviar um comentário