terça-feira, 25 de julho de 2017

COMENTÁRIOS DA LIÇÃO 9 (III trimestre/2017) O APELO PASTORAL DE PAULO

COMENTÁRIOS DA LIÇÃO 9 (III trimestre/2017) O APELO PASTORAL DE PAULO

OBJETIVOS DA LIÇÃO: A mensagem do Espírito Santo através de Paulo passou de uma argumentação para um apelo pessoal. Paulo suplicou, como pastor, para que a igreja na Galácia se unisse a ele em uma experiência espiritual. Cada membro de igreja é convidado a aproveitar a companhia humana e espiritual do pastor da igreja e dar-lhe apoio.

VERSO ÁUREO:“Irmãos, rogo-vos que sejais como eu, porque também eu sou como vós; nenhum mal me fizestes.” Gálatas 4:12

INTRODUÇÃO (sábado 19 de agosto) - Paulo usou o método dos apelos emocionais para que o Espírito Santo atingisse o coração das pessoas. Fazer apelos no final de cada sermão é um excelente método e que deve ser utilizado nos dias de hoje pelos pregadores.

domingo, 23 de julho de 2017

COMENTÁRIOS DA LIÇÃO 8 (III trimestre 2017) DE ESCRAVOS A HERDEIROS

COMENTÁRIOS DA LIÇÃO 8 (III trimestre 2017) DE ESCRAVOS A HERDEIROS

OBJETIVOS DA LIÇÃO: Rever o conceito do batismo e perceber o processo da nossa conversão. Sentir a íntima relação existente entre Pai e Filho no nosso relacionamento com Deus, através da atuação do Espírito Santo em nós. Aceitar todos os direitos da herança, incluindo o desejo de estar no reino da glória.

VERSO ÁUREO: “Assim que já não és mais servo, mas filho; e, se és filho, és também herdeiro de Deus por Cristo.” Gálatas 4:7

INTRODUÇÃO (sábado 12 de agosto) - A lição desta semana promove os filhos de Deus de escravos à filhos, com todos os privilégios inerentes. O escravo não tem direito à herança; o filho tem. E essa mudança de status é concedida gratuitamente por Deus, basta aceitarmos. O que somos como cristãos, como filhos e herdeiros de Deus, não é por nossos próprios méritos, nem através de nosso próprio esforço, mas "por Deus", através de Sua iniciativa de graça, que primeiro enviou o Seu Filho para morrer por nós e, então, enviou o Seu Espírito para viver em nós.

segunda-feira, 17 de julho de 2017

Dez Conselhos para Interpretar os Escritos de Ellen White


Dez Conselhos para Interpretar os Escritos de Ellen White

Várias orientações sobre a melhor maneira de interpretar os escritos de Ellen White têm aparecido nos textos adventistas, uma vez que se trata de um tema de interesse permanente.

Há 60 anos, o professor T. Housel Jemison sugeriu três regras de interpretação simples e práticas no livro A Prophet Among You: (1) busque tudo o que o profeta disse sobre o tema em consideração antes de chegar a uma conclusão; (2) estude o contexto interno e externo no esforço para resolver qualquer aparente discrepância; (3) determine se o conselho do profeta é um princípio (aplicável a todos, em qualquer tempo e lugar) ou um padrão variável (que pode mudar com as circunstâncias).

domingo, 16 de julho de 2017

COMENTÁRIOS DA LIÇÃO 7 (III TRIMESTRE/2017) O CAMINHO PARA A FÉ

COMENTÁRIOS DA LIÇÃO 7 (III TRIMESTRE/2017) O CAMINHO PARA A FÉ

OBJETIVOS DESTA LIÇÃO: Lembrar que a letra da lei, mesmo sendo sem vida, nos protege e aponta para Cristo. Sentir amor e respeito pela lei dos 10 mandamentos, pois ela serve de espelho para mostrar os nossos pecados. Estar escondidos em Cristo para que Ele nos dê forças para obedecermos a lei.

VERSO ÁUREO: “Mas a Escritura encerrou tudo debaixo do pecado, para que a promessa pela fé em Jesus Cristo fosse dada aos crentes.” Gálatas 3:22

quarta-feira, 12 de julho de 2017

COMENTÁRIOS DA LIÇÃO 6 (III TRIMESTRE/2017) A PRIORIDADE DA PROMESSA

COMENTÁRIOS DA LIÇÃO 6 (III TRIMESTRE/2017) A PRIORIDADE DA PROMESSA

VERSO ÁUREO:“Porque, se a herança provém da lei, já não provém da promessa; mas Deus pela promessa a deu gratuitamente a Abraão.” Gálatas 3:18

PROPÓSITO DA LIÇÃO: Explicar o relacionamento entre a promessa e a lei. Sentir o contraste entre o relacionamento com Deus mediante a Sua promessa da salvação pela graça, e se fosse apenas pela lei. Aceitar a promessa da graça por meio da fé e ao mesmo tempo ser beneficiado pela obediência da lei de Deus.

INTRODUÇÃO (Sábado 29 de Julho) A lição desta semana procura nos ajudar a entender o papel da lei, a “lei do amor”. Nossa capacidade de praticar essa lei em nossa caminhada de fé é a manifestação da graça divina.

Um bom exercício de reflexão para nós é considerar por que Paulo gastou tanto tempo fazendo a distinção entre o papel da fé na salvação e o papel da lei. Concentre-se no contexto cultural da época para ajudar a elucidar por que os gálatas necessitavam de instrução com relação ao papel da fé e da lei na salvação. Que lição Paulo estava tentando transmitir?