segunda-feira, 6 de julho de 2015

COMENTÁRIOS DA LIÇÃO 6 (3º trimestre 2015) ESTER E MARDOQUEU

COMENTÁRIOS DA LIÇÃO 6 (3º trimestre 2015) ESTER E MARDOQUEU

VERSO ÁUREO: “Porque, se de todo te calares neste tempo, socorro e livramento de outra parte sairá para os judeus, mas tu e a casa de teu pai perecereis; e quem sabe se para tal tempo como este chegaste a este reino?” Ester 4:14

INTRODUÇÃO (sábado 1º de agosto) - Os acontecimentos mencionados no livro de Ester aconteceram quando a maior parte do povo de Israel ainda estava cativo na Pérsia. Apenas 50 mil dos judeus tinham voltado no fim dos 70 anos da profecia, com o decreto de Ciro; mas, a grande maioria, talvez 1 milhão espalhados por todo o império Persa tinha escolhido permanecer na Pérsia. Dario já tinha deixado o reinado e o rei Xerxes I ou Artaxerxes, que era conhecido como Assuero, estava no trono. Susã era a cidade onde o rei da Pérsia, Assuero, vivia. Depois que Assuero mandou sua esposa embora, a rainha Vasti; ele procurou uma nova esposa para se tornar rainha. O palácio organizou um concurso onde as mulheres do reino foram convidadas à irem até Susã com o propósito de que uma delas preenchesse o lugar de Vasti. Ver Ester 2:1-4. Ester, que foi criada por Mardoqueu seu primo, um dos cativos que também foi levado de Jerusalém por Nabucodonosor, ganhou o concurso. Ester 2:5-7. Ester, após obter a graça primeiro; de “Hegai, guarda das mulheres", Ester 2:9, depois a graça "de todos que a viram", Ester 2:15 e por fim, e mais importante, a graça do próprio rei, Ester 2:17, ganhou a competição e tornou-se rainha. Um fato curioso é que Ester não revelou a ninguém que era judia, conforme a ordem dada por Mardoqueu. Então ninguém, nem mesmo o rei sabia qual era a nacionalidade e religião de Ester.

quinta-feira, 2 de julho de 2015

COMENTÁRIOS DA LIÇÃO 5 (3º trimestre 2015) MISSIONÁRIOS EXILADOS

COMENTÁRIOS DA LIÇÃO 5 (3º trimestre 2015) MISSIONÁRIOS EXILADOS

VERSO ÁUREO: “E foi-lhe dado o domínio, e a honra, e o reino, para que todos os povos, nações e línguas o servissem; o seu domínio é um domínio eterno, que não passará, e o seu reino tal, que não será destruído.” Daniel 7:14

INTRODUÇÃO (sábado 25 de julho) – Embora a lição desta semana mencione, de relance, alguns missionários exilados, a ênfase está mesmo em Daniel. Daniel foi levado prisioneiro à Babilônia, como escravo, no primeiro cativeiro dos judeus, no ano 605 a.C. 

domingo, 28 de junho de 2015

COMENTÁRIOS DA LIÇÃO 4 (3º trimestre 2015) A SAGA DE JONAS

COMENTÁRIOS DA LIÇÃO 4 (3º trimestre 2015) A SAGA DE JONAS

VERSO ÁUREO: “E, abrindo Pedro a boca, disse: Reconheço por verdade que Deus não faz acepção de pessoas; mas que lhe é agradável aquele que, em qualquer nação, o teme e faz o que é justo.” Atos 10:34,35

INTRODUÇÃO (sábado 18 de julho) – O Deus criador não está restrito a classe sociais, culturas, religiões e etnias. Deus ama todas as pessoas; independentemente de quem elas sejam, onde estejam inseridas e qual o tamanho dos seus problemas. Deus veio para salvar o mundo todo: “Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna.” João 3:16

“E vi outro anjo voar pelo meio do céu, e tinha o evangelho eterno, para o proclamar aos que habitam sobre a terra, e a toda a nação, e tribo, e língua, e povo.” Apocalipse 14:6

sexta-feira, 26 de junho de 2015

O Juízo Investigativo

O Juízo Investigativo

“Um rio de fogo manava e saía de diante dele; milhares de milhares o serviam, e milhões de milhões assistiam diante dele; assentou-se o juízo, e abriram-se os livros.” Daniel 7:10

A doutrina do Juízo Investigativo é uma importante doutrina da Igreja Adventista do sétimo dia. A Igreja ensina que, em 22 de outubro de 1844, Cristo deixou o lugar santo e passou para o lugar santíssimo no santuário celestial. O sentido deste acontecimento é prefigurado no Dia das Expiações descrito em Levítico 16:16-33. Antes da Segunda Vinda de Jesus é necessário que o juízo tenha início e termine. Neste juízo serão julgados todos os que se declararam seguidores do Messias e têm o seu nome inscrito no livro da vida, primeiramente aqueles que já morreram e depois os que estarão vivos para testemunhar o regresso de Jesus.

quarta-feira, 24 de junho de 2015

COMENTÁRIOS DA LIÇÃO 3 (3º trimestre 2015) – A MISSIONÁRIA IMPROVÁVEL

COMENTÁRIOS DA LIÇÃO 3 (3º trimestre 2015) – A MISSIONÁRIA IMPROVÁVEL

VERSO ÁUREO: “E muitos leprosos havia em Israel no tempo do profeta Eliseu, e nenhum deles foi purificado, senão Naamã, o siro.” Lucas 4:27

INTRODUÇÃO (sábado 11 de julho) – A lição desta semana vai discorrer sobre a menina cativa; aquela garota judia que foi levada como serva à casa do Naamã, o general siro que era leproso e a cura de Naamã. Em II Reis 5:1-14 encontramos parte desta história. Israel era o povo representante de Deus na terra, e através daquela nação o Senhor era glorificado através de alguns jovens. O Senhor colocou judeus em muitos lugares, até mesmo em lugares ruins, porque precisava de Suas testemunhas em cada lugar. José foi cativo no Egito, Daniel em Babilônia e aquela menina na Síria, e deram um bom testemunho do reino de Cristo.

segunda-feira, 22 de junho de 2015

COMENTÁRIOS DA LIÇÃO 2 (3º trimestre 2015) ABRAÃO: O PRIMEIRO MISSIONÁRIO

COMENTÁRIOS DA LIÇÃO 2 (3º trimestre 2015) ABRAÃO: O PRIMEIRO MISSIONÁRIO

VERSO ÁUREO: “Assim como Abraão creu em Deus, e isso lhe foi imputado como justiça. Sabei, pois, que os que são da fé são filhos de Abraão. Ora, tendo a Escritura previsto que Deus havia de justificar pela fé os gentios, anunciou primeiro o evangelho a Abraão, dizendo: Todas as nações serão benditas em ti.” Gálatas 3:6-8

INTRODUÇÃO (sábado 4 de julho) – Como lemos no verso áureo, o Novo Testamento dá um grande destaque ao patriarca Abraão. Ele foi uma grande bênção para o mundo. De Abraão nasceram as três maiores religiões do mundo. De Ismael nasceu o Islamismo e de Isaque o Judaísmo e o Cristianismo: “E, se sois de Cristo, então sois descendência de Abraão, e herdeiros conforme a promessa.” Gálatas 3:29

segunda-feira, 15 de junho de 2015

Limpeza Completa da Alma

Limpeza Completa

É tão bom estar em um ambiente limpo! Sempre que posso ajudo na limpeza de casa, e todas as sextas-feiras dedico uns minutos para limpar o meu carro, pois passo muito tempo dentro dele e gosto de o ter sempre em boas condições. Carlos Dumont de Andrade escreveu vários poemas, um deles tem o título. “Faxina na Alma”. Procurei adaptar parte do poema. Ei-lo:

“Não importa onde você parou…Em que momento da vida você cansou…Recomeçar é dar uma nova chance a si mesmo…É renovar as esperanças na vida, e o mais importante…Acreditar em você de novo.

Sofreu muito nesse período? Foi aprendizado…Chorou muito? Foi limpeza da alma…Ficou com raiva das pessoas? Foi para perdoá-las um dia…Sentiu-se só por diversas vezes? É porque fechou a porta até para os anjos…Acreditou que tudo estava perdido? Era o início da sua melhora…
Pois é… Agora é hora de reiniciar… De pensar na luz…De encontrar prazer nas coisas simples de novo. Um corte de cabelo arrojado… Diferente? Um novo curso… Ou aquele velho desejo de aprender pintar…Desenhar… Dominar o computador… ou qualquer outra coisa…Olha quanto desafio…quanta coisa nova nesse mundão de meu Deus lhe esperando!