segunda-feira, 7 de fevereiro de 2011

O JUÍZO E SUAS TRÊS FASES


O JUÍZO E SUAS  TRÊS FASES

Quer queiramos ou não, haverá um dia em que todas as pessoas do mundo, independentemente da sua raça, cor, ou religião; serão julgadas. Pois todas as pessoas são criaturas, do Deus criador dos Céus e da terra.

O Juízo de Deus está intimamente relacionado com a 2º volta de Jesus. E quer as pessoas queiram, ou não; quer elas estejam preparadas, ou não, Jesus irá voltar para colocar fim a este mundo de pecados, e restaurar o planeta ao seu estado original, o de santidade.

 1) Jesus colocou o juízo, como estando no futuro: “Mas Eu vos digo que, de toda a palavra ociosa que os homens disserem, hão de dar contas no dia do juízo.” Mat. 12:36

2) Paulo procurou convencer Féliz acerca do Juízo, como estando no futuro. Ver Atos 24:25

3) Todos teremos que comparecer perante o tribunal de Deus. “Porque todos devemos comparecer perante o tribunal de Cristo, para que cada um receba segundo o que tiver feito por meio do corpo, ou bem, ou mal.” II Cor. 5:10

4) Deus vê todas as coisas. “E não há criatura alguma encoberta diante Dele;  antes, todas as coisas estão nuas e patentes, aos olhos daquele com quem temos de tratar.” Heb. 4: 13

5) Deus trará a juízo todas as coisas encobertas. Eclesiastes 12:13 e 14

6) No juízo, Deus terá em consideração até o lugar onde nascemos. Ver Salmo 87:6

7) No juízo, Todos os pecados, não confessados,  estarão perante os pecadores. Ver Jeremias 2:22

8) Se abandonarmos os pecados pelo arrependimento, eles serão apagados dos registros de Deus: “Arrependei-vos, pois, e convertei-vos para serem apagados os vossos pecados, e venham assim os tempos de refrigério, pela presença do Senhor.” Atos 3:19. Ver também  I João 1:9 e Hebreus 8:12. Que Deus maravilhoso o nosso! Os salvos não terão que se deparar com os seus pecados, pois eles estarão confessados e, consequentemente perdoados. Caso contrário, eles não seriam levados por Jesus e Seus anjos, para o céu.

9) Deus terá registrado no livro memorial os nossos atos de bondade. Ver Malaquias 3:16

10) As pessoas que permanecerem no pecado, terão o nome riscado do livro da vida. Ver Apocalipse 3:5

11)A mensagem final de Deus para a humanidade reflete o juízo: “...Temei a Deus e dai-lhe glória por que vinda é a hora do Seu juízo.” Apoc. 14:7

1ª FASE DO JUÍZO – JUÍZO DE INVESTIGAÇÃO. Este juízo se dará antes da volta de Jesus, pois é mais do que justo, Deus já ter decidido, com antecedência, o destino daqueles que serão salvos, e aqueles que se perderão. A palavra menciona: “Eis que cedo venho, e o meu galardão está comigo, para dar a cada um segundo a sua obra.” Apoc. 22:12.


Para uma compreensão profética do juízo, exige uma análise global especialmente dos livros de Daniel, Hebreus e Apocalipse. Em Daniel 8:14 menciona: “E até 2300 tardes e manhãs, e o santuário será purificado.” Deve-se levar em conta o estudo do santuário terrestre, o que significava o dia da purificação(Yon Kipur) que era um dia de juízo,  e transportar para o santuário celestial, como descrito em Hebreus e Apocalipse. Ver Heb. 8:1 e 2 e Apoc. 11:19. Assim compreenderemos melhor o Juízo.

Em Daniel 9 e Esdras 7; comparados com a história, mostram a data do início dos tais 2300 anos. De 457 a.C  até 1844 d.C, completa o referido período. Eu acredito que em 1844, o nosso Senhor, que é o Sacerdote e Sumo-Sacerdote celestial, começou o juízo de investigação; a começar com os que já morreram, e depois, dentro do tempo de Deus; com os vivos. 

Quando Jesus retornar, tudo já estará  definido. Os bodes estarão do lado esquerdo e as ovelhas do lado direito.
Alguém pode dizer que Deus pode realizar o juízo num estalar de dedos, e não precisa de um julgamento de tantos anos, como sugerido,  desde 1844 em diante. É verdade, Deus pode;  mas, se temos as profecias bíblicas tão bem explicadas, para alguma coisa serve, que é para serem estudadas, compreendidas e obedecidas. Sem contar que Deus gosta de deixar tudo explicadinho para que ninguém tenha no que acusar Deus.

2ª FASE DO JUÍZO – JUÍZO DE CONFIRMAÇÃO. Nesta fase, serão julgados os perdidos que estarão mortos na terra desolada. Ver Jeremias 4: 23 a 27 e Jeremias 25:33. Os não salvos, não terão mais oportunidade de salvação.

Em Apocalipse 20:13 e I Corintios 6:3,  mostram as atividades dos salvos durante os mil anos: eles auxiliarão Deus no processo de julgamento  dos perdidos que estarão mortos e inconscientes.  Este será um juízo de confirmação apenas. Os perdidos não terão outra chance, pois a Palavra menciona que depois da morte, vem o juízo e  a condenação. “E, como aos homens está ordenado morrerem uma vez, vindo, depois disso o juízo.” Hebreus 9:27.

Em Apocalipse 20:5 menciona que os ímpios receberão a recompensa depois do período dos mil anos. Eles ressuscitarão, mas será por pouco tempo. Será para verem as oportunidades desperdiçadas e reconhecerem que Deus é justo. O juízo de confirmação vai durar mil anos literais, para que tudo seja feito com calma, e nenhum item escape aos olhos de Deus, e os perdidos possam reconhecer o Seu amor.

3º FASE DO JUÍZO – JUÍZO EXECUTIVO. Em Apocalipse 20:7 mostra que Satanás será solto da sua prisão para conduzir os ímpios ressuscitados; num ataque final contra Deus, os salvos e a cidade nova Jerusalém. A absolvição de Satanás só será possível, porque os ímpios terão ressuscitado.
  
Apocalipse 20:9 menciona que Satanás e suas hostes serão finalmente destruídos com o fogo do inferno. Este será o juizo final. Ver Apocalipse 20:7-15

É bom salientar que o inferno a arder eternamente, será eterno em seus efeitos e consequências. Compare as seguintes passagens: Judas verso 7 e II Pedro 2:6. Se fosse eterno, Sodoma e Gomorra, necessariamente, estariam a arder até hoje.  

A nova Jerusalém descerá para a terra, e será a capital do paraíso. Deus criará depois do milenio, novos céus e nova terra.  

Aqui será a sede do universo todo. Onde reinou o pecado será a sede da justiça e do amor.

A única maneira de evitarmos a condenação eterna é através de Jesus Cristo. Ver Romanos 8:1 e hebreus 7: 24 e 25.

Vivamos a vida com Jesus, nosso Senhor.

Luís Carlos Fonseca


2 comentários: