quarta-feira, 1 de janeiro de 2014

O LAR COMO A PRIMEIRA ESCOLA

O LAR COMO A PRIMEIRA ESCOLA
Deuteronômio 6: 6 a 9

INTRODUÇÃO - Um dos textos mais clássicos encontrados na Palavra de Deus para retratar a importância do lar na formação de nossos filhos, é o que encontramos em Deuteronômio 6: 6 a 9.

Neste texto, Moisés é orientado por Deus para retratar o papel da família no desenvolvimento mental e espiritual do caráter de nossos filhos.

No entanto, o que nossa sociedade tem presenciado é exatamente o oposto daquilo que Deus projetou para Seus filhos. O que vemos hoje são famílias desesperadas em busca de socorro para seus filhos. Muitos recorrem às escolas, como meio de solucionar situações nas quais não conseguem mais agir nem organizar. Por outro lado, as escolas não conseguem dar o retorno que os pais esperam, pois a sua área de ação é dependente de uma cumplicidade entre a família, a igreja e a escola.


Como podemos ajudar nossos filhos a serem ajustados e equilibrados emocionalmente, aptos para serem úteis a sociedade e a Deus? Vamos deixar que a Bíblia nos mostre como isso é possível.

A EDUCAÇÃO COMEÇA EM CASA – V 6 e 7 - O texto apresenta 02 necessidades básicas para que a educação de nossos filhos aconteça de forma que Deus aprove:

1. O compromisso com Deus precisa começar com os pais
“As palavras que hoje te ordeno, estarão no teu coração” .. v. 6. O primeiro a ensinar, deve ser o primeiro a viver uma vida que Deus aprova. Se os desígnios de Deus não estiverem em nosso coração, como pais, jamais alcançarão o coração de nossos filhos. Nosso exemplo dentro do lar, falarão mais aos nossos filhos, do que aulas e mais aulas ministradas por professores em uma escola fora do lar.

EG White, no livro Conselho aos Pais Professores e Estudantes, pág. 107 diz: “É no lar que a educação da criança deve ser iniciada. Ali está sua primeira escola. Ali, tendo seus pais como instrutores, a criança terá de aprender as lições que a devem guiar por toda a vida.”

Deve ser o objetivo de cada pai e de cada mãe alcançar para seu filho um caráter equilibrado e simétrico. Essa é uma obra que requer ardoroso pensamento e oração, com muita paciência e perseverança. “Deve-se por um fundamento correto, construir uma armação firme e forte, prosseguindo dia após dia, na obra de edificar, aprimorar, aperfeiçoar.”pág. 108

E somente os pais que primeiro possuem uma comunhão direta com Deus, estarão habilitados a terem esse firme fundamento para ser repassado aos filhos

2. A rotina espiritual no lar é fundamental para o sucesso - “...delas falarás assentado em tua casa, e andando pelo caminho, e ao deitar-te e ao levantar-te...” v. 7
Um estudo sobre o tempo gasto dentro do lar tem mostrado que nossos filhos passam de 6 a 8 horas a frente da televisão ou de um computador, mas não passam mais do que 5 a 10 minutos conversando com seus pais. Com esses dados poderíamos perguntar: quem está exercendo maior influência na vida de nossos filhos?

O texto diz que devemos aproveitar todos os instantes para “inculcar” na mente de nossos filhos, as verdades que consideramos importantes para eles. Levantando, assentando, andando e deitando. Ou seja, todos os momentos são importantes para a transmissão dos valores que formarão nossos filhos. Como isso é possível se o tempo que conversamos com nossos filhos está se reduzindo a minutos? Criar uma rotina espiritual é tão importante quanto o alimento que providenciamos dia a dia para nossos filhos. Essa rotina é a que dá a base do desenvolvimento espiritual e equilíbrio social para a formação do caráter.
Um outro dado interessante da sociedade moderna, é que a duas ou mais décadas atrás, os pais trabalhavam em conjunto com os filhos em atividades domésticas, como cortar a grama, limpar casa. 

Existiam reuniões de família para construírem algum alimento
especial, como fazer pamonha, cozinhar pinhão, descascar milho, etc.. Nessas reuniões familiares, era comum conversarem sobre o passado e sobre os projetos para toda a família. Eram nesses momentos em conjunto que se construíam os laços de respeito para com a família, sociedade e com Deus. Hoje, nossos lares não possuem mais espaço, não temos tempo para reunir e conversar e muito menos para construirmos laços duradouros entre nós e nossos filhos.

Um meio pelo qual ainda podemos exercer uma influência espiritual em nosso lar, é através do culto familiar. Esse encontro diário com nossa família e com Deus, ainda é uma proteção contra as investidas do inimigo. Uma família que ora unida, tem muito mais chances de permanecer unida.
Nesses momentos, onde estamos em reunião familiar, os anjos de Deus imprimem no coração de nossos filhos a verdade do céu, e o nosso lar se transforma na atmosfera do céu. Esse é o privilégio que temos ao separarmos um tempo para a realização do culto familiar.

OS PRIMEIROS MESTRES SÃO OS PAIS - Não é raro delegarmos aos professores a responsabilidade de educarem nossos filhos. Algumas vezes, vamos até a escola questionar a maneira como estão educando nossos filhos, quando não estamos sendo os verdadeiros professores que nossos filhos precisam ter, os que verdadeiramente transmitem os valores que ficarão para a eternidade.
EGW diz que o pai e a mãe devem ser os primeiros mestres dos filhos – Manuscrito 676, 1903.

O mundo está cheio de laços ruins para os pés dos nossos jovens, o preparo que habilitará a criança a combater com êxito na luta contra o mal deve começar mesmo antes do seu nascimento.
A educação da criança constitui parte importante do plano de Deus para demonstrar o poder do cristianismo.

Infelizmente, muitos dos que professam ser seguidores de Cristo, estão negligenciando tristemente os deveres do lar, não percebendo a sagrada importância do depósito que Deus colocou em suas mãos, moldando de tal maneira o caráter dos filhos para que estes tenham fibra moral para resistir às muitas tentações que são armadilhas colocadas por Satanás.

Para que a educação do lar tenha sucesso, é necessário que o esposo e a esposa estejam intimamente unidos em seu trabalho na
escola do lar. Devem ser ternos e comedidos na linguagem, para não abrirem uma porta de tentação para Satanás obter vitórias. Devem ser bondosos e corteses um para com o outro, todos devem cooperar para que o lar seja uma atmosfera agradável e sadia. Não devem divergir na presença dos filhos.

QUANDO COMEÇAR A EDUCAÇÃO DA CRIANÇA - A palavra educação significa mais que um curso de estudos em um colégio. A educação começa com o bebê, nos braços da mãe. Enquanto os pais estão moldando o caráter dos filhos, estes estão sendo educados.

A obra educacional e de preparo para a vida, quando iniciada na infância, alcançará maior amplitude e melhores resultados quando a criança for adulta.

Dia a dia devem os pais aprender na escola de Cristo lições de Alguém que os ama. Assim, antes da razão da criança estar completamente desenvolvida, receberá um espírito reto, que a fortalecerá nos momentos futuros.

Precisamos tornar a educação de nossos filhos uma preocupação, pois sua salvação depende em grande parte da educação que lhes é dada na infância. Nossos filhos são prioridades do Senhor, comprados por um grande preço.

CONCLUSÃO - Muitos pais se preocupam com a sua formação espiritual, mas esquecem que a menos que esta preocupação pessoal, seja transmitida aos filhos, estes não aprenderão somente se nós estivermos apenas preocupados conosco mesmo.

Queremos ir para o céu, mas queremos que nossos filhos possam ir conosco, e para isso, precisamos leva-los a uma experiência pessoal com Jesus. A nossa experiência, não é valida para eles.
Exemplificando, podemos até desejar que alguém aprecie o sabor de uma laranja, mas se nós a chuparmos e não dermos para que o outro a experimente, não poderão sentir o sabor por nós. Assim é a vida cristã, não basta apenas desejar que nossos filhos conheçam a verdade, se nós, como responsáveis diretos não a transmitirmos da forma correta e eficaz.

Deus espera que nossos filhos, antes da igreja, antes da escola, conheçam a Jesus como seu Salvador pessoal dentro do nosso lar.

É por isso que a primeira escola, que formará a mente e o coração de nossos filhos, se encontra dentro do nosso lar.

Que Deus nos abençoe a transformar nosso lar na primeira escola aos nossos filhos.
Autor: Pr. Douglas J. Menslin - Departamento Educação – USB


Luís Carlos Fonseca

Sem comentários:

Enviar um comentário