terça-feira, 10 de janeiro de 2012

A GRANDE MURALHA DA CHINA


A GRANDE MURALHA DA CHINA

“Que proveito tem o homem, de todo o seu trabalho, que faz debaixo do sol?” Eclesiastes 1:3

“Sede firmes e constantes, sempre abundantes na obra do Senhor, sabendo que o vosso trabalho não é vão no Senhor.” I Coríntios 15:58.


A Grande Muralha da China, com nove metros de altura e oito de largura, se estende ao longo de cerca de 3.000 km. Segundo os astrônomos, é a única obra construída pelo homem que pode ser vista da Lua. Edificada há mais ou menos 2.300 anos e restaurada há 600, precisou de um número impressionante de trabalhadores que, segundo contam, morriam de esgotamento. Para que essa construção de dimensões colossais poderia servir? Ela nunca impediu a invasão de inimigos, como os imperadores pensavam. Então, foi um motivo de orgulho para o povo chinês? Até essa magnífica obra se encaixa na declaração do rei mais sábio da terra: “Atentei para todas as obras que se fazem debaixo do sol, e eis que tudo era vaidade e aflição de espírito”. E depois acrescenta: “Eu sei que tudo quanto Deus faz durará eternamente; nada se lhe deve acrescentar, e nada se lhe deve tirar” Eclesiastes 1:14: 3:14.

Quando o Senhor Jesus estava no mundo, dizia: “Meu Pai trabalha até agora, e eu trabalho também” João 5:17. Qual é o trabalho de Deus? Além de cuidar do universo, é chamar todo ser humano ao arrependimento e salvá-lo da morte eterna para fazer dele uma pedra viva, parte de uma construção espiritual: a Igreja do Deus vivo. Esse edifício é erigido desde a nossa conversão, e continuará a ser até o retorno de Jesus Cristo.  Resta saber se estamos dispostos para permitir Deus agir em nós.

Que Deus abençoe você.

Luís Carlos Fonseca

Sem comentários:

Enviar um comentário