sexta-feira, 16 de janeiro de 2015

Sentido de Urgência: Essencial, Importante e Acidental

Sentido de Urgência: Essencial, Importante e Acidental

A organização de tarefas classificando-as como urgentes ou importantes é uma das mais conhecidas técnicas de administração do tempo conforme o "Princípio Eisenhower". O conceito, conhecido como Princípio Eisenhower, foi reproduzido pelo Dr. Stephen R. Covey em seu famoso livro: Os sete hábitos das pessoas altamente eficazes”

Apagar um incêndio é urgente, jogar o lixo é importante e lavar o carro é circunstancial. As três coisas necessitam de ser feitas no seu tempo. As coisas urgentes são aquelas que exigem uma solução imediata e passam a ficar na primeira posição das prioridades. Socorrer alguém que foi acidentado é urgente, lavar a louça é importante sair com o cachorro é acidental. Muitas vezes as urgências são aquelas coisas que chegaram perto do prazo final como; a entrega de um trabalho, relatório ou análises médicas.

Enfim, essencial é aquilo que devo fazer em primeiro lugar. É aquilo que me levará mais rápido em direção ao que desejo obter naquilo que estou realizando. Importante é o que devo fazer, mas só depois de ter feito o que eu havia considerado antes como essencial. A todo instante devemos nos perguntar se aquilo que estamos fazendo é essencial, importante ou acidental. As coisas acidentais são aquelas que surgem inesperadamente diante de nós, mas sem expressão para o momento. 

Precisamos concentrar nas coisas essenciais e não nas coisas acidentais. O tempo passa e há pessoas que só fazem coisas acidentais ou até mesmo importantes, mas nunca as coisas essenciais que as conduzirão à felicidade e ao sucesso na vida.

A felicidade e sucesso podem ser vistos através de dois ângulos; do passageiro e eterno:

1) O nosso sucesso passageiro envolve o trabalho e os variados relacionamentos humanos. Quando o empregado chega no trabalho ele deve indagar aquilo que é essencial para ser realizado naquela hora Ao chegar em casa deve perguntar o que é urgente para ser realizado. Será brincar com os filhos? Namorar? Ir às compras? É curioso que todos desejam ser felizes neste nível. Muitas pessoas querem vencer na vida, no aspecto profissional, pessoal e familiar, mas deixam de fazer as coisas essenciais para que tudo corra bem. Concorda? Não se pode perder tempo com coisas acidentais que nos desviam do objetivo final.

No trabalho e na família precisamos ter planos e metas. Atingir os seus objetivos só é possível caso os tenha em mente e de maneira clara. Por isso, é importante que coloque em acão as metas para alcançar os objetivos. Ter sucesso em qualquer área da sua vida também vai depender das suas atitudes. Por isso, seja no trabalho, nos estudos, na vida pessoal ou no casamento; esforce-se para ser produtivo e explore os seus melhores talentos.

As coisas circunstanciais são aquelas que vão aparecendo no decorrer do dia como; um correio eletrônico novo que entra na caixa de mensagens, ou telefonema de um amigo para um momento no final do dia; isso pode ser deixado para depois. As coisas importantes necessitam de ser agendadas e resolvidas assim que tiver condições, as essenciais ou urgentes são aquelas que não podem ser adiadas. É realmente sábio que se consiga identificar ainda cedo na vida que existem coisas e coisas. 

Mesmo entre as coisas que devemos nos dedicar mais intensamente, existem as importantes, mas existem as essenciais. Existem as que nos dão uma satisfação imediata e existem as que são vitais para nosso bem-estar e felicidade a longo prazo. Faça planos para os seus dias, colocando as coisas essenciais em primeiro lugar, as importantes em segundo e deixando as circunstanciais por último.

2) A felicidade eterna envolve a nossa relação com o Deus Criador. A mulher pecadora buscava a felicidade nos prazeres desta vida mas só a encontrou após a experiência que teve com Jesus. Jesus sabia que para aquela geração corrupta, a vida daquela mulher não tinha muito valor. Ninguém se importava com as condições que a levaram àquele pecado.

O que levou a mulher cometer os pecados de adultério, mesmo sabendo que a pena capital de morte seria aplicada, em caso de ser apanhada em flagrante adultério? No sentido espiritual muitas pessoas também têm invertido as prioridades da vida. E aquela mulher fez isso! O Sermão do Monte que compreende Mateus capítulos 5-7 deixa muitas orientações para uma vida realmente feliz, pois Jesus conhece o ser humano e sabe dos seus problemas, por isso acalma-nos dizendo: “Não andeis cuidadosos quanto à vossa vida, pelo que haveis de comer ou pelo que haveis de beber; nem quanto ao vosso corpo, pelo que haveis de vestir. Não é a vida mais do que o mantimento, e o corpo mais do que o vestuário?” Mateus 6:25.

Diante do corre-corre da vida o ser humano tenta garantir primeiro a comida, a roupa e o abrigo. O resto que espere! Mas Deus fala-nos bem o contrário. Ele diz: “Mas, buscai primeiro o reino de Deus, e a sua justiça, e todas estas coisas vos serão acrescentadas.” Mateus 6:33. Quando eu tenho as prioridades de Deus, Ele promete guiar-me. A Bíblia menciona em Provérbios 3:5-6: “Confia no Senhor de todo o teu coração, e não te estribes no teu próprio entendimento. Reconhece-o em todos os teus caminhos, e ele endireitará as tuas veredas.” Se as nossas prioridades são corretas, estaremos seguros em Deus.

Quais são as suas prioridades? Podemos decidir estabelecer para a nossa vida a escala de prioridades da vida: Em 1º lugar vem Deus e Sua igreja. Em 2º lugar vem a família e pessoas. Em 3º lugar vem o trabalho e por último o lazer. A escala de valores de muitos cristãos está invertida. Muitas vezes aquilo que é acidental, como passear com o cão ou ver jornal toma o lugar daquilo que é importante e essencial como estudar a Bíblia Sagrada, orar e desenvolver o trabalho para Deus. Muitos falham miseravelmente na vida espiritual, pessoal, familiar e profissional por inverter essas prioridades. Deus pede que O coloquemos em primeiro lugar para a nossa felicidade, portanto o primeiro passo a ser dado é conhecer a escala de valores do ponto de vista de Deus. Depois, é lutar para a colocar em prática.


Luís Carlos Fonseca

2 comentários:

  1. Pavra abençoadora. Fui ao google procurar a diferença entre "circunstancial" e "essencial" e Deus me agraciou com esse texto.. Obrigada. Que Deus abençoe ricamente o autor.

    ResponderEliminar