quinta-feira, 1 de outubro de 2015

A VARA DE AMENDOEIRA

A VARA DE AMENDOEIRA - Amendoeira, na sua origem hebraica, shoked, significa: "vigilante". Ela levou esse nome porque é a primeira planta a florescer na primavera. É como se ela ficasse vigiando o fim do inverno e o início da primavera, e quando ocorre o equinócio da primavera, no hemisfério norte, a amendoeira é a primeira a brotar! Daí seu nome de vigilante. Interessante não é? Deus deu uma visão para Jeremias sobre essa planta. Veja o texto: "Ainda veio a mim a palavra do Senhor, dizendo: Que é que vês, Jeremias? E eu disse: Vejo uma vara de amendoeira. E disse-me o Senhor: Viste bem; porque eu velo sobre a minha palavra para a cumprir". Jeremias 1:11 e 12.
Deus estava como que dizendo à Jeremias: “Eu sou como a amendoeira que vigia a primavera. Eu estou vigiando para que as minhas palavras se cumpram. E, tu Jeremias, deves também ser vigilante como a amendoeira o é." A vara da amendoeira possuía um forte simbolismo para o povo de Israel e para o próprio Deus. Jeremias devia ter pelo menos três lembranças ao ver aquela vara de amendoeira: A) O candelabro era adornado por amendoeiras: “Numa haste haverá três copos a modo de amêndoas, um botão e uma flor; e três copos a modo de amêndoas na outra haste, um botão e uma flor; assim serão as seis hastes que saem do candelabro.” Êxodo 25:33. Isso faz-nos lembrar da parábola das 10 virgens relatada em Mateus 25 que deviam ficar vigilantes com o azeite nas suas lâmpadas. B) A vara de Arão floresceu e brotou amêndoas: “Sucedeu, pois, que no dia seguinte Moisés entrou na tenda do testemunho, e eis que a vara de Arão, pela casa de Levi, florescia; porque produzira flores e brotara renovos e dera amêndoas.” Números 17:8. C) A exortação final de Eclesiastes usa o florescer da amendoeira como exemplo: “Como também quando temerem o que é alto, e houver espantos no caminho, e florescer a amendoeira, e o gafanhoto for um peso, e perecer o apetite; porque o homem se vai à sua casa eterna, e os pranteadores andarão rodeando pela praça.” Eclesiastes 12:5

A visão que Jeremias teve da vara da amendoeira traz dois significados principais: a) Deus vigia para que a Sua Palavra se cumpra. b) Os filhos de Deus também devem ser vigilantes em receber e anunciar a Palavra de Deus. Quando Deus deu à Jeremias a visão da vara de amendoeira, Ele alertava para a vigilância, pois a Palavra de Deus iria se cumprir, quer Jeremias quisesse ou não. Não que Deus fosse vingativo ou mau; mas porque Ele já sabia dos pecados que Judá cometia. Jeremias jamais poderia se intimidar por se achar incapaz de pregar a Palavra profética. Deus estava preparando o profeta para aceitar a incumbência da pregação, e ele devia anunciar o que Deus havia solicitado. Em Jeremias 1:5 o profeta disse que não podia aceitar porque ainda era uma criança para ser profeta, e Deus o animou com a visão da vara da amendoeira. Jeremias tinha a missão de profetizar. Mas devia vigiar como Deus o fazia em relação as profecias, sobre a punição com o cativeiro babilônico e sua libertação depois dos 70 anos. Ver o cumprimento da profecia dos 70 anos de cativeiro em Jeremias 25:11 e 29:10

O filho de Deus destes últimos dias também deve ser vigilante, não somente porque Jesus vai voltar em breve mas também em anunciar as boas novas do reino de Deus, pois sabemos que a Palavra de Deus irá se cumprir, quer o mundo queira ou não. E já está em pleno cumprimento! Precisamos anunciar o evangelho de Cristo e a Sua volta, para buscar os Seus filhos fiéis.

A vigilância consiste em viver e pregar as doutrinas verdadeiras. O povo de Deus, nestes últimos dias, foi chamado para anunciar as verdades bíblicas ao mundo. Assim como Jeremias foi chamado para anunciar os pecados do povo de Deus no passado, a igreja de Cristo é convidada para anunciar os pecados do povo e a pureza das doutrinas de Cristo.

Você já se desenvencilhou dos pecados do passado e está vigilante como a vara de amendoeira?

Luís Carlos Fonseca

Sem comentários:

Enviar um comentário